quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Adoniran Barbosa - Biografia

Filho de Ferdinando e Emma Rubinato, imigrantes italianos da localidade de Cavárzere, província de Veneza.
Aos dez anos de idade, sua certidão de nascimento foi adulterada para que o ano de nascimento constasse como 1910 possibilitando que ele trabalhasse de forma legalizada. (À época a idade mínima para poder trabalhar era de doze anos).
Os Demônios da Garoa foram grandes intérpretes de suas composições, principalmente os sambas que citavam vários locais da cidade conhecido dos paulistanos como os bairros Jaçanã (Trem das Onze) e Brás (Samba do Arnesto), e Avenida São João (Iracema).
Elis Regina gravou Iracema e Tiro ao Álvaro, pouco antes da morte de ambos que viriam a falecer quase na mesma época.
Considerado o mais importante nome do samba paulistano, Adoniran retratou a capital e suas idiossincrasias, utilizando-se do “palavreado do povo” paulistano de ascendência italiana, exagerando nos erros de português: como na canção “Tiro ao Álvaro” significava na verdade “Tiro ao Alvo”.
No rádio ficou famoso seu personagem Charutinho.
Além dos filmes dos anos 50 e anos 60, tais como Candinho, o longa-metragem de 1953 de Mazzaropi, participou como ator nos anos 70 de telenovelas da TV Tupi, Mulheres de Areia, na qual fazia um personagem que se dizia autor dos sambas de Adoniran.
Grande boêmio, sua frase famosa de uma canção que foi utilizada em um comercial de TV para uma cervejaria era: Nós viemos aqui para beber ou para conversar?
***

Nenhum comentário:

Postar um comentário